É preciso crer

Marcos 9.21-25

21 ​Perguntou Jesus ao pai do menino: Há quanto tempo isto lhe sucede? Desde a infância, respondeu;

22 ​e muitas vezes o tem lançado no fogo e na água, para o matar; mas, se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos.

23 ​Ao que lhe respondeu Jesus: Se podes! Tudo é possível ao que crê.

24 ​E imediatamente o pai do menino exclamou com lágrimas: Eu creio! Ajuda-me na minha falta de fé!

25 ​Vendo Jesus que a multidão concorria, repreendeu o espírito imundo, dizendo-lhe: Espírito mudo e surdo, eu te ordeno: Sai deste jovem e nunca mais tornes a ele.

                Você já fez alguma oração a Deus, mas duvidou que ele fosse capaz de atender? No texto que lemos, um pai havia levado seu filho endemoninhado até aos apóstolos de Jesus para que estes expulsassem o demônio, mas os apóstolos não conseguiram fazer isso. Uma multidão se ajuntou e logo apareceu Jesus. O demônio jogou o menino no chão e fez com que ele ficasse se contorcendo e espumando. Jesus pergunta há quanto tempo isto acontecia. O pai responde que desde a infância. E explica como o demônio vinha maltratando o menino tentando mata-lo. Ao final das suas palavras o pai faz um pedido a Jesus. “Se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos!”. No verso 23, Jesus responde: Se podes! Tudo é possível ao que crê.

                Quero me ater aqui neste diálogo. Este pai estava desesperado. Ninguém o ajudava na recuperação de seu filho. Seu modo de falar já revela sua desesperança. Nem os apóstolos puderam expulsar o demônio! Onde encontrar socorro?

                Já desanimado, a fala deste pai é a fala de quem perdeu a fé em tudo, de quem já não acreditava que alguém pudesse ajudar seu filho e consequentemente a própria família. “se tu podes alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos”. Este homem age de forma diferente do leproso que encontramos no início do Evangelho de Marcos. Lá, no capítulo 1, verso 40, lemos que o leproso disse: “Se quiseres, podes purificar-me”. O leproso não duvida que Jesus pode, apenas depende da vontade de Jesus. Este pai, tem dúvidas se Jesus tem poder para fazer o que ele precisa.

                A resposta de Jesus é taxativa. “Se podes! Tudo é possível ao que crê!” É como se Jesus dissesse: “A questão aqui não é se eu posso ajuda-lo, mas se você crê que eu posso”. Ao que o pai do menino respondeu: Eu Creio. Ajuda-me na minha falta de fé.

                Queridos, tudo fica diferente quando nós conhecemos a Cristo pela fé. Não é a fé que cura. Não é a fé salva. Quem salva, quem cura, quem transforma o homem é o Senhor Jesus Cristo. Mas a fé reconhece seu poder, a fé reconhece sua divindade, a fé reconhece nossa dependência do Senhor, a fé nos possibilita o relacionamento com Jesus. A fé nos permite agradá-lo e honrá-lo. Podemos reconhecer como fez o leproso, que a cura de uma enfermidade pode depender da vontade de Deus, mas precisamos lutar para jamais duvidar de que Deus é poderoso para curar quem ele quiser e qualquer que seja a enfermidade, bem como resolver qualquer situação. Jesus não questionou o leproso quando perguntou se ele queria. Mas questiona este pai, quando perguntou se ele podia.

                Quando o homem, ainda em dúvida, afirmou: eu creio, ajuda-me na minha falta de fé. Vemos um coração que começa a dirigir-se para Jesus. Neste momento, o que vemos é a mais uma vez a graça e compaixão de Cristo. O menino foi restaurado. O demônio fora expulso. Jesus foi glorificado mais uma vez, por causa de uma mudança de um coração incrédulo para um coração de fé.

DESAFIO DE HOJE: Ore pedindo a Deus para aumentar sua fé, a fim de que você nunca duvida do que Deus pode fazer. Quem está em Cristo deve crer no seu poder de fazer qualquer coisa. Você pode até não ter certeza que Jesus queira fazer algo por você, como a cura de uma doença, mas que isto não gere falta de fé, mas sim, uma submissão à sua vontade soberana e mais dependência dele. Ore a Deus a mesma oração de Habacuque 3.17-19. Em meio aos problemas que não se resolvem ou até piorem, que você se alegre no Senhor, se exulte no Deus da sua salvação. O Senhor seja sua força. Ame-o. Deus é bom em todo tempo. Lembre-se, o pior que poderia acontecer a nós é a morte, mas isto já foi resolvido na ressurreição de Cristo. Se você creu nele como Senhor e Salvador, descanse na segurança de sua salvação e de sua vida com Cristo. Não duvide! Creia somente! Deus o abençoe.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *