FORMANDO UMA FAMÍLIA FELIZ

familia-lendo-a-bibliaTexto: Efésios 5:21 a 6.4

21 ¶ Sejam obedientes uns aos outros, pelo respeito que têm por Cristo.

22 Esposa, obedeça ao seu marido, como você obedece ao Senhor.

23 Pois o marido tem autoridade sobre a esposa, assim como Cristo tem autoridade sobre a Igreja. E o próprio Cristo é o Salvador da Igreja, que é o seu corpo.

24 Portanto, assim como a Igreja é obediente a Cristo, assim também a esposa deve obedecer em tudo ao seu marido.

25 Marido, ame a sua esposa, assim como Cristo amou a Igreja e deu a sua vida por ela.

26 Ele fez isso para dedicar a Igreja a Deus, lavando-a com água e purificando-a com a sua palavra.

27 E fez isso para também poder trazer para perto de si a Igreja em toda a sua beleza, pura e perfeita, sem manchas, ou rugas, ou qualquer outro defeito.

28 O homem deve amar a sua esposa assim como ama o seu próprio corpo. O homem que ama a sua esposa ama a si mesmo.

29 Porque ninguém odeia o seu próprio corpo. Pelo contrário, cada um alimenta e cuida do seu corpo, como Cristo faz com a Igreja,

30 pois nós somos membros do corpo de Cristo.

31 Como dizem as Escrituras Sagradas: “É por isso que o homem deixa o seu pai e a sua mãe para se unir com a sua esposa, e os dois se tornam uma só pessoa.”

32 Há uma verdade imensa revelada nessa passagem das Escrituras, e eu entendo que ela está falando a respeito de Cristo e da Igreja.

33 Mas também está falando a respeito de vocês: cada marido deve amar a sua esposa como ama a si mesmo, e cada esposa deve respeitar o seu marido.

1 ¶ Filhos, o dever cristão de vocês é obedecer ao seu pai e à sua mãe, pois isso é certo.

2  Como dizem as Escrituras: “Respeite o seu pai e a sua mãe.” E esse é o primeiro mandamento que tem uma promessa, a qual é:

3  “Faça isso a fim de que tudo corra bem para você, e você viva muito tempo na terra.”

4  Pais, não tratem os seus filhos de um jeito que faça com que eles fiquem irritados. Pelo contrário, vocês devem criá-los com a disciplina e os ensinamentos cristãos.

 

 

 

INTRODUÇÃO:

 

                A Bíblia como todo manual do fabricante, traz sempre as orientações básicas para que o homem viva em paz consigo mesmo, com Deus, com seus familiares e com o resto do mundo. No entanto, nem todos querem dar atenção ao que este manual maravilhoso orienta.

                Todo manual, nas últimas páginas, tem uma lista de coisas para serem feitas antes de pedir socorro à uma assistência técnica autorizada. A lista é do tipo, “se a tv não liga, verifique a tomada”. Coisas simples, mas que trazem em si passos importantes para a garantia de que as coisas estão indo bem.

                A família, algo criado por Deus, tem também suas regras simples a serem seguidas. E antes de desesperar-se e de culpar pessoas, ou ter dizer que tudo está perdido, é hora de lembrar do manual, nas suas páginas finais. Antes de pedir ajuda técnica, veja se fez isso.

                O texto que lemos nos apresentam os passos a serem observados que, se forem realizados, evitarão ao máximo os problemas que te levariam a um pastor ou um juiz.

                Quero apresentar 3 ações importantes na formação da família.

 

  1. 1.TENHA NO AMOR A MOTIVAÇÃO DE TUDO NO CASAMENTO.
  2. a)Papel do Marido – Amar sua esposa – Paulo é muito enfático quando diz: “marido, ame sua esposa”. No original o termo é indica uma ordem dada aos maridos para que amem suas esposas com amor sacrificial. Nas palavras de Paulo amar é algo que se toma a decisão de fazer e que não cabe outra opção.
    1. a.Para muitos casais o amor no casamento está relacionado ao prazer pessoal, no entanto, a Bíblia nos mostra que o amor que deve manter o casamento não está preso ao prazer, mas sim ao amor semelhante ao de Cristo, por sua igreja, amor que se sacrifica, que sobrevive até mesmo à falta do prazer.
    2. b.Amor, neste contexto, envolve entrega e dedicação de vida. No versículo 21, Paulo acrescenta a necessidade de servir à esposa, o que envolve santificação, alimentação e cuidados. Em 1 Pedro 3.7, lemos: “Também você, marido, na vida em comum com a esposa, reconheça que a mulher é o sexo mais fraco e que por isso deve ser tratada com respeito. Porque a esposa também vai receber, junto com você, o dom da vida, que é dado por Deus. Aja assim para que nada atrapalhe as orações de vocês”.
    3. c.Ao marido é dado o papel de cabeça da família. Um conceito distorcido pelo pecado é que o marido seja duro com a esposa, ditador, autoritário. Mas no conceito bíblico, o marido é um líder alinhado com Deus, subordinado a Cristo, ele é o salvador do seu casamento, é o sacerdote do lar, tendo sobre si a força sobrenatural do Espírito Santo, sendo dedicado à sua mulher e tendo apenas uma mulher, conforme 1 Timóteo 3 e Tito 1 nos ensinam.
  3. b)Papel da Esposa – Amar e respeitar seu marido – Na sociedade atual, que jaz no maligno, há o conceito distorcido pelo pecado de submissão ao marido que é ser capacho ou servente dele. Parece que a mulher precisa tomar o lugar do marido. Entretanto, o conceito bíblico mostra a mulher como uma auxiliadora alinhada com Deus, subordinada a Cristo, como ao Senhor, como lemos em 22, e sob a força do Espírito Santo, que temos no verso 18. Ela é subordinada ao marido como uma auxiliadora idônea. A comparação aqui é a mesma encontrada na pessoa de Cristo, como Paulo ensinou em Filipenses 2. Ele, estando na forma de Deus, esvaziou-se da sua glória e assumiu a forma de servo. Não perdeu sua qualidade ou essência, mas dignificou a condição de servo obediente ao pai. A mulher se submete não porque é inferior, pelo contrário, apenas como seguindo o exemplo de Cristo.
  4. c)A qualidade do amor é a mesma do amor de Cristo por nós. É por isso que para ambos os papeis, Paulo esclarece que a qualidade do amor tem que ser semelhante à de Cristo. Amor puro, sincero, sacrificial, dedicado, capaz de se dar ou doar em função do outro. Amor irrestrito. Conforme ensinado em 1 Coríntios 13 “tudo sofre, tudo espera, tudo suporta, tudo crê”.

 

  1. 2.CUIDE DA SAÚDE FÍSICA, EMOCIAL E ESPIRITUAL DA SUA FAMÍLIA.
  2. a)Cuidados básicos de saúde de todos os membros da família devem ser observados. Nas palavras de Paulo, o marido é responsável por cuidar da família, provendo o sustento dela. Este sustento envolve desde a alimentação até os cuidados com o corpo, neste caso, questões de saúde e bem estar. Nos versículos 26, 27, Paulo mostra que Jesus se interessou por cuidar da sua igreja, cuidando inclusive de sua beleza e pureza, para apresenta-la a si mesmo. Isto demonstra que os maridos devem investir em suas esposas, sempre motivados pelo amor puro e verdadeiro, que nos foi dado em Cristo.
  3. b)O texto também chama a atenção para o cuidado mútuo. Marido e mulher cuidando um do outro, para cumprirem assim a vontade de Cristo. Nos princípios bíblicos para o cuidado mútuo, está implícito cuidados tantos físicos como emocionais e espirituais. Jesus preparou sua noiva, a igreja, para apresenta-la a Deus. A ideia envolve o preparo espiritual de sua família. Uma boa forma de fazer isso é orar juntos em família. É fazendo culto doméstico. É não deixar de agradecer juntos a Deus nos momentos de refeição. E participar do crescimento espiritual um do outro.
  4. c)O exemplo de Cristo, deve nos constranger a cuidar dos membros de nossa família, principalmente o nosso cônjuge. Amanda e eu conhecemos um casal no Tocantins. A esposa e os filhos eram dedicados na igreja, servindo ao Senhor com dedicação. Mas o marido, apesar de membro, não dava a mínima para a sua família. A gota, foi quando ele arrumou todos os dentes de sua boca, enquanto sua esposa permanecia sem dentes e amargurada. Ele falhou com seus cuidados para com a família e a esposa. Pensava mais em si mesmo do que com a sua família. Com o tempo, este homem acabou abandonando a igreja. Aí percebemos que o descuido com a sua família era reflexo com o descuido da sua própria vida espiritual.
  5. d)Cuidar da vida espiritual é fundamental para o sucesso da vida em família.

 

  1. 3.EVITE PROBLEMAS EVITANDO DISCUSSÕES E COISAS QUE IRRITEM, ALÉM DE DAR HONRA E OBEDIÊNCIA A QUEM DE DIREITO.
  2. a)Não irritar os filhos – A educação de filhos, nos tempos atuais tem sido um desafio à parte nas famílias. O Psiquiatra Daniel Sampaio, autor do livro “lavrar o mar”, em entrevista feita ao site educare, afirma que a maior parte da procura dos pais em seu consultório sobre os seus filhos, deve-se a falta de autoridade de pais e professores, excesso de exigência por parte dos filhos e problemas de comunicação. Para ele, “Os pais hoje em dia esquecem-se que a disciplina na educação é tão importante como o amor” e que é muito importante aprender a dizer não aos filhos.

O problema é que a grande maioria dos pais, agem de forma a causar irritação nos filhos, gerando revolta e filhos desajustados. Como você pode provocar seus filhos à ira? Para o Pastor David Cox, fundador do Seminário Palavra da Vida em São Paulo, isto pode acontecer, quando há algumas destas situações: disciplina com raiva/gritaria; pegar no pé; ameaças; método de frustração; não corrigir; não dar tempo; não admitir erros.

  1. b)Filhos obedecer e honrar os pais. Para Paulo, os filhos devem obediência aos seus pais e também devem honrá-los. Pastor David Cox chamou isso de esfera de segurança, já que Paulo disse que fazendo isto, a pessoa irá bem e prolongará seus dias na terra. Obediência e honra aos pais da parte dos filhos é uma forma deles também glorificarem a Deus. Assumindo a parte familiar que lhes cabe. O amor deve estar sempre presente nas relações familiares

 

  1. c)Os filhos devem ser criados com disciplina. O que é disciplinar um filho? A ideia de disciplina é a de tornar o filho um seguidor seu, um imitador de seu exemplo, de seu caráter. Disciplinar é ajudar os filhos a cumprirem as regras ou instruções que poderão ajuda-lo na vida espiritual, familiar e social, tornando-o uma pessoal melhor, de bom caráter.

Neste aspecto, disciplinar tem a ver com discipular. Portanto, vale lembrar a educação dos filhos é feita pelo exemplo dos Pais.

E se os pais não são bons exemplos? Aí os filhos precisarão observar o exemplo maior, Cristo.

 

Conclusão:

                Seguir as orientações familiares da Bíblia, nosso manual do fabricante, irá nos ajudar a ter famílias mais felizes. Antes de dizer que o seu lar tem problemas, faça a sua parte neste processo de restauração e abençoe o seu lar. Que o Senhor nos ajude nisto. Amém.

                Na próxima semana falaremos sobre o discipulado em 5 verbos – como ensinar os filhos. Deus nos abençoe.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *